Aveia Preta: Plantio e Manejo para o Pastejo Animal

22/02/2019 10:02

Por Wellington Bernardes

Engenheiro Agrônomo

Utilizada como forragem há séculos, a Aveia Preta é uma excelente opção de pastagem para animais em geral. É conhecida pelo papel positivo no campo, sendo responsável por incrementos na fertilidade e segurança sanitária do ambiente agrícola.

Com elevada rusticidade, esta gramínea possui alta capacidade de produção de massa verde. Abaixo detalharemos mais sobre a aveia preta, seu plantio e manejo para o pastejo animal.

Aveia Preta

Aveia PretaEsta gramínea de inverno tem boa aceitação em diversos Estados brasileiros, principalmente o Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

A cultura possui alta capacidade de perfilhamento e suas sementes são menores quando comparadas às da aveia branca. Lembrando que seu uso é exclusivo para a alimentação animal, a aveia preta não é comumente utilizada para alimentação humana.

Com crescimento vigoroso e tolerância à acidez do solo, esta é a forrageira mais comum em pastejo no inverno, principalmente na região Sul do país. É possível utilizar a aveia preta como pastagem ou ainda como feno ou silagem.

Esta gramínea possui bom desempenho em campo, tanto em plantio solteiro quanto em consorciação com várias espécies, como centeio, trevo branco, trevo vermelho, ervilhaca, azevém entre outras.

Em rotação, a aveia preta é utilizada com trigo, cevada, centeio e triticale, principalmente por diminuir a incidência e população de patógenos nestes cerais, como a Bipolaris sorokiniana, conhecida como podridão comum.

A aveia preta tem sido amplamente utilizada em sistema de plantio direto e em rotações de cultura.

Semeadura

Devemos semear a aveia preta após a colheita dos grãos, que geralmente acontece em março e abril. Isto auxilia na formação média de 6 toneladas de massa seca por hectare.

Para o milho safrinha, a aveia preta pode ser semeada a lanço, de preferência com distribuidor de calcário, sobre as lavouras, quando a cultura atingir de 50 a 70cm de altura e o efeito residual de herbicidas do tipo atrazina já tiver passado.

A época de semeadura é de março a julho e o principal sistema utilizado é o plantio direto. Para semear em linha, o recomendado é seguir o mesmo espaçamento do trigo, que vai de 0,17 a 0,20 metros.

A densidade ideal é de 350 a 400 sementes aptas por metro quadrado, visando tanto pastagem quanto produção de grãos. Com profundidade de semeadura de 3 a 5 cm. Para semeadura a lanço, utilizar de 30 a 50% a mais de semente.

Em consórcio é recomendado de 50 a 60 kg de semente por ha, plantio solteiro em linha 75 a 85 kg / ha e plantio a lanço de 100 a 110 kg / ha.

Manejo

Corte

O corte recomendado da aveia preta está na faixa dos 50 dias após a germinação ou quando a planta chegar na faixa de 25 a 35cm de altura. Após um período de seis a oito semanas, a aveia preta estará altura de 25 a 30 cm de altura.

Este é o ponto com máxima disponibilidade nutritiva e oferta protéica, perdidos gradualmente nos cortes seguintes. Estudos da Embrapa indicam produção de 700 a 1,5 mil quilos de massa seca acumulada por hectare, com cortes em alturas de 5 a 7 cm acima da superfície do solo.

Pastejo

O pastejo em faixas é o mais comum, porém é comum colocar-se os animais na área de forma extensiva, o que reduz a eficiência do sistema, devido ao pisoteio.

O ideal para o pastoreio rotacionado, é realizar um dia de pastejo e aproximadamente um mês de descanso (de 30 a 35 dias). O segundo pastejo deve acontecer em iguais condições de oferta de pastagem para os animais, devendo ocorrer de 30 a 35 dias após o primeiro pastejo.

É preciso atenção para que o pastejo seja suspenso sempre na altura de 7 centímetros da planta em relação ao solo, preservando as reservas da coroa da aveia, viabilizando assim o rebrote com maior vigor.

Para lotação contínua, é preciso atenção com a intensidade de pastejo. Os animais devem consumir a forragem de acordo com a taxa de crescimento da forrageira para melhor aproveitamento e longevidade do pasto.

O ideal é ter ao menos 1,5 mil quilos de massa seca por hectare neste sistema, considerando um novilho nesta área. Com o passar do tempo esta carga pode ser aumentada e caso necessário, a adubação nitrogenada pode auxiliar as plantas a manter altura de 20 a 40 cm.

É recomendado não ultrapassar a capacidade de suporte de 1,5 mil quilos por hectare de peso vivo para obter uma boa cobertura residual, pensando na semeadura da próxima estação.

A associação com aveia-branca auxilia a aumentar e prolongar esta produção de forragem. O ideal é escolher uma cultivar mais precoce, otimizando o prolongamento do pastoreio.

Gado

Diversos trabalhos acadêmicos e experimentações de agricultores e empresas, apontam resultados positivos para o ganho diário médio (GDM) de animais.

Pesquisas ainda citam os benefícios para os animais quando manejados em pastagens de aveia tanto consorciadas como em cultivos solteiros. Na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), houve a comprovação do resultado positivo da utilização de soja com pastagem de aveia preta. Na pesquisa, que utilizou o pastejo com lotação contínua por bovinos, foi observado GDM de um quilo.

Com resultados similares, uma pesquisa conduzida na Unesp de Dracena constatou eficiência na produção animal de cerca de 1,7 a 2 quilos de ganho de peso por kg de nitrogênio aplicado, utilizando doses de 150 e 300 quilos.

A adubação nitrogenada é um aliado neste ganho de peso, algumas pesquisas apontam que a dose ideal para incrementos na taxa de lotação e ganhos de peso vivo por hectare está na faixa de 150 kg de N por hectare.

Benefícios da aveia preta ao solo

Conforme citamos acima, os benefícios da Aveia Preta para o ambiente agrícola fazem da cultura uma excelente opção não somente para o agricultor planeja uma integração com pastagem.

Na agricultura orgânica a cultura ganha cada vez mais utilidade pela sua versatilidade no ambiente agrícola, principalmente pelos ganhos em qualidades física e química do solo.

A espécie atua também como um agente importante para o controle da sanidade de algumas pragas.

Algumas vantagens importantes da Aveia Preta para o solo:

  • Redução de populações de plantas espontâneas;
  • Rusticidade - pouco exigente em fertilidade;
  • Crescimento vegetal vigoroso;
  • Tolerância à acidez nociva do solo pelo alumínio;
  • Controle de podridão comum, Bipolaris sorokiniana e mal-do-pé, Gaemannomyces graminis var. Tritici;
  • Utilização em agricultura orgânica: cobertura de canteiros, pomares e forragens.