Roundup: Recomendações de uso e cuidados

25/05/2018 12:02

Por José Pinsetta

Engenheiro Agrônomo

O que é Roundup?

Aplicacao RoundUpRoundup é o nome comercial de um herbicida desenvolvido pela empresa Monsanto. O princípio ativo, que tem o efeito de eliminar as plantas daninhas é o Glifosato. Esta molécula foi descoberta por pesquisadores da Monsanto no ano de 1970, sendo que após cerca de 4 anos, em 1974, a primeira formulação foi disponibilizada no mercado. Atualmente, é um herbicida comercializado em mais de 130 países e seu uso está indicado para a agricultura, florestas, residências e aquicultura. No Brasil, cerca de 50 empresas tem registro para comercialização deste produto.

É um herbicida pós-emergente, ou seja, vai atuar em plantas que já germinaram e saíram do solo, tendo sua ação nas partes verdes da planta como folhas e caule.

Ele pertence ao grupo químico das glicinas substituídas, classificado como não-seletivo e de ação sistêmica. Isto quer dizer que ele tem efeito em todos os tipos de planta, seja de folha larga ou estreita, cultura anual ou perene. Uma vez absorvido pela planta, o herbicida é translocado junto com a seiva para fazer seu efeito nas regiões de crescimento (meristemas).

O produto deve ser aplicado de forma dirigida sobre as ervas daninhas, de acordo com as recomendações técnicas. Seguindo estas regras, não afetará o crescimento e produtividade da cultura em que foi aplicado.

Para o que é recomendado?

O glifosato, por ser um dos produtos mais eficientes disponíveis no mercado para o combate de plantas daninhas, ainda é um dos mais utilizados nas regiões agrícolas do mundo todo.

Ele é indicado para o controle de plantas daninhas de forma geral, na mais diversas culturas agrícolas. Porém é sempre importante se certificar que ele esteja registrado para a sua lavoura antes da aplicação.

As doses a serem utilizadas variam de acordo com a cultura e planta daninha, em geral de 1 a 6 L do produto comercial/ha. Em áreas onde existe a infestação com diversos tipos de plantas daninhas, deve-se aplicar a dose que elimine a planta de mais difícil controle, presente na área.

O herbicida glifosato também é indicado para áreas de plantio direto, uma vez que pode ser utilizado como dessecante para formação da palhada neste sistema de plantio. Além disso, é um produto indispensável para o controle de plantas invasoras em áreas de culturas transgênicas, como a soja. Graças à tecnologia de modificação genética, é possível aplicar o herbicida sem comprometer o desenvolvimento da soja. Isto resulta em maior produtividade e menor custo de produção, sendo um dos grandes avanços da agricultura moderna.

O glifosato tem elevada eficácia em controlar plantas daninhas e além disso tem características ambientais interessantes. Uma delas é a forte fixação aos solos, impedindo que seja transportada pela água da chuva e chegue aos rios. Outra é sua rápida degradação por microrganismos, transformando a molécula em compostos naturais que não agridem o meio ambiente. Estes fatores fazem com que o glifosato seja um dos herbicidas mais recomendados para o controle de plantas daninhas.

Formas de uso do roundup

O Roundup é usado principalmente na forma pulverizada, sendo diluído em tanques com água, de acordo com a dose e tamanho da área a ser aplicado. Algumas recomendações gerais pode ser adotadas:

  • usar a correta altura da barra de pulverização;
  • utilizar água de boa qualidade e que seja isenta de sujeiras.
  • atenção a correta diluição do produto para evitar doses muito elevadas ou subdoses.
  • utilizar pontas de pulverização adequadas às condições de vento, temperatura e umidade.

No momento da diluição do produto no tanque, algumas etapas devem ser seguidas. Inicia-se por encher o tanque do pulverizador com pelo menos 70% da sua capacidade com água. Em seguida, deve ser ligado o sistema de agitação do mesmo e adiciona-se o herbicida aos poucos para uma boa diluição. Após cerca de 5 minutos, pode-se completar o tanque com água, sem desligar a agitação.

Meio Ambiente

O glifosato é um dos herbicidas mais estudados a nível mundial no que se refere à segurança ambiental e saúde humana. Ele é degradado principalmente pelos microrganismos presentes no solo e a água, via processos aeróbicos e anaeróbicos, decompondo ele em substâncias naturais. O glifosato tem uma importante característica de ser adsorvido, ou seja, fica retido nas partículas de solo e ali fica inativo até sua degradação que ocorre em média em 60 dias.

Desta forma, se for utilizado dentro das dosagens recomendadas e seguindo as boas práticas de aplicação, o glifosato não será um risco para o meio ambiente nem à saúde humana.

Cuidados

Assim como qualquer produto químico, os defensivos agrícolas como o Roundup podem ser perigosos ao homem, aos animais e ao meio ambiente, se não forem utilizados da forma correta. Por isso, é importante que sejam seguidas de maneira rigorosa as recomendações do fabricante que estão contidas no rótulo do produto, na bula e no receituário agronômico. Na aplicação, deve-se vestir os equipamentos de proteção individual (EPI) e portá-los durante todo a manipulação do produto.

No descarte das embalagens, deve ser feita a tríplice lavagem, ou seja, lavar as mesmas 3 vezes com água, para não deixar resíduos de produtos e então devem ser devolvidas ao posto de recebimento de embalagens mais próximo da propriedade (indicado na nota fiscal do produto).