whatsapp (61) 99955-8219
telefone (61) 3436-0030
Seu carrinho está vazio
Navegue por nossa loja e encha seu carrinho com as melhores ofertas!
Mais Visões
Ref.: quenia-revestidas-futuro

Sementes Panicum maximum cv. BRS QUÊNIA Revestidas - 10 kg - SOB CONSULTA - Preço p/kg R$ 17,80

Produto Esgotado
Por: R$187,40
Pagando com Depósito Bancário R$178,03
4x de R$46,85 sem juros
Consulte o parcelamento
  • 1x de R$187,40
    sem juros
  • 2x de R$93,70
    sem juros
  • 3x de R$62,47
    sem juros
  • 4x de R$46,85
    sem juros
Calcule o frete
Detalhes do Produto

Geral:

O capim BRS Quênia é o novo hibrido da espécie Panicum maximum lançado pela Embrapa e parceiros em março de 2017. Este novo Panicum foi lançado para atender inicialmente uma demanda existente por uma forrageira deste gênero porém de porte intermediário. Recomendado para solos de média e alta fertilidade no bioma Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica.

Esta nova opção de forragem, diferencia-se ainda pela maior proporção de folhas em relação aos colmos, por suas folhas macias e colmos muito tenros, o que lhe confere maior digestibilidade, característica que alinhada ao seu excelente teor proteico resultam em ganhos de peso por hectare que definem a alta qualidade deste material.

A estrutura arquitetônica da planta, maior índice de perfilhamento e as características já citadas quanto a seus colmos e folhas, lhe conferem ainda maior flexibilidade de manejo sob pastejo.

Em ensaios no Rio Grande do Sul demonstrou boa tolerância ao frio, apresentando maior produção de folhas quando submetido ao estresse “frio”, quando comparado com outros cultivares de Panicum, como o capim Mombaça.

Assim como o BRS Zuri, embora em menor grau, também apresenta resistência ao fungo Bipolaris maydis, sendo portanto, também uma opção para substituição do Capim Tanzânia, susceptível a doença, em regiões onde há incidência da mesma.

Possui ainda resistência por antibiose as cigarrinhas das pastagens. Sendo recomendado para solos de média e alta fertilidade, não suportando áreas encharcadas.

Formação de pastagem e Manejo:

Assim como toda espécie vegetal, o BRS Quênia também tem suas exigências mínimas no que se refere a fertilidade de solo.

A recomendação de fósforo, adubação fosfatada, está relacionada ao teor de fósforo no solo e textura do solo, conforme segue:

a) 18 a 21 mg/dm³ de P para solos com menos de 15% de argila,

b) 12 a 15 mg/dm³ de P para solos com 15 a 35% de argila,

c) 08 a 10 mg/dm³ de P para solos com 36 a 60% de argila,

d) 04 a 05 mg/dm³ de P para solos com mais de 60% de argila

Com relação ao Potássio (K2O), a recomendação é que os teores fiquem acima de 50 mg/dm³, sendo importante a adubação com enxofre (mínimo de 30 kg/ha), um mínimo de 50 kg/ha de N (Nitrogênio) e de 40 a 50 kg/ha de um formulado de FTE com os micronutrientes Zn, Cu, B e Mo. Recomenda-se uma saturação de base entre 45% e 50%.

É importante ainda frisar a necessidade de adubação anual, com o intuito de repor os nutrientes exportados do solo através da forragem consumida, sendo muito importante a realização de adubação nitrogenada no período das águas.

A semeadura é variável conforme o padrão de sementes adquirido, podendo-ser realizar a semeadura a lanço em área devidamente preparada (limpa, arada, gradeada e nivelada), ou ainda em sistema de plantio direto, sendo de suma importância e obrigatória a cobertura das sementes, cuja profundidade pode variar de 2 a 5 cm, conforme, principalmente a textura do solo, quanto mais argiloso o solo, recomenda-se uma cobertura mais rasa.

Entre 50 e 60 dias após a emergência das plantas, realiza-se o primeiro pastejo na área, estimulando desta forma o perfilhamento e o fechamento pleno da pastagem, facilitando desta forma o manejo. A altura ideal para entrada dos animais na área é 70 cm, com a retirada dos mesmos quando a pastagem atingir 35 cm. O período de ocupação é de 03 a 06 dias.

Pontos Fortes:

a) Maior ganho de peso por ha, comparado a Mombaça e a Tanzânia,

b) Maior produção de folhas, colmos tenros e digestibilidade superior a 63%,

c) Resistência as cigarrinhas das pastagens, e também a cigarrinha da cana (Mahanarva),

d) Resistência a doença fungica Bipolaris maydis,

e) Flexibilidade de manejo devido a suas características foliares e estruturais,

f) Boa tolerância ao frio.

Avaliações de Clientes
Fechar
Resumo
Avaliações

Este produto ainda não foi avaliado.

Seja o primeiro!

Faça sua avaliação
Você está avaliando: Sementes Panicum maximum cv. BRS QUÊNIA Revestidas - 10 kg - SOB CONSULTA - Preço p/kg R$ 17,80
Informações Adicionais

Informações Adicionais

Espécie Panicum maximum (Cruzamento planta sexual S12 e o acesso apomítico T72 (BRA- 007307) (Híbrido BRS Quênia)
Padrão Revestidas e Tratadas
Quilogramas por hectare 09 a 10
Hábito de Crescimento Cespitoso (Ereto)
Exigência em Fertilidade de solo Média / Alta
Tolerância ao Frio Média
Tolerância a Seca Média
Tolerância ao Encharcamento Baixa
Tolerância a Umidade de Solo Baixa
Tolerância a Cigarrinhas das pastagens Alta
Proteina Bruta na Matéria Seca (%) - Potencial 10,6 a 16,3
Produção Matéria Seca (ton/ha/ano) 19 (14 Matéria Seca Foliar)
Utilização Pastejo direto / Fenação / Silagem / Integração Lavoura Pecuária, tendo cuidado em sistemas integrados onde há histórico do nematóide Pratylenchus brachyurus, ao qual é considerado com tolerância intermediária.
Animais Bovinos, Equinos, Muares, Ovinos e Caprinos
Profundidade de plantio (cm) 2
Altura de Entrada/Saída (cm) - Pastejo Contínuo 70 / 35
Capacidade Suporte Potencial Águas/Seca (UA/ha) 1,9/5,1
Nome da categoria Panicum Maximum > Capim para gado > Capim para cavalo > Capim para ovinos > Integração Lavoura Pecuária > Capim para Feno > Capim para Silagem > Sementes de Capim > Capim para caprinos > Black Friday > Sementes em geral