Unipasto

Unipasto

A UNIPASTO é uma associação composta por empresas e produtores de sementes de forrageiras, distribuídos pelos Estados da Bahia, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e São Paulo. Foi constituída com o objetivo de apoiar a pesquisa e o desenvolvimento de novas cultivares de forrageiras tropicais. Para isso, oferece suporte financeiro e logístico ao programa de melhoramento e avaliação de forrageiras da Embrapa Acre, Cerrados, Gado de Corte, Gado de Leite e Pecuária Sudeste. A UNIPASTO também tem o objetivo de representar o setor de sementes de forrageiras junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, ABRASEM - Associação Brasileira de Sementes e Mudas, e em outros fóruns de interesse do setor.

A criação da UNIPASTO foi um grande avanço para o setor de sementes de forrageiras do Brasil. Como associação, as empresas brasileiras de sementes se fortaleceram para competir em um mercado que, com a Lei de Proteção de Cultivares (LPC), vem sofrendo profundas mudanças. Ao estabelecer a possibilidade de retornos financeiros aos investimentos feitos em programas de melhoramento, a LPC criou o ambiente favorável para que as empresas de sementes investissem em programas de melhoramento/seleção de forrageiras. Dessa maneira, a LPC foi importante instrumento na viabilização da parceria EMBRAPA–UNIPASTO. Considerando o grande número de empresas de sementes e sua distribuição no Brasil, a UNIPASTO, como fórum de discussões, tem propiciado uma participação muito mais efetiva do setor na definição e na implementação de leis e normas pelas entidades oficiais reguladoras do mercado de sementes. Ademais, como associação, as empresas brasileiras de sementes de forrageiras têm atuado estrategicamente estimulando uma competição mais justa e construtiva no mercado interno. Não menos importante e considerandos aspectos de globalização, a UNIPASTO está proporcionando um fortalecimento da indústria nacional de sementes de forrageiras para competir nos mercados internacionais com as cultivares liberadas pela EMBRAPA. Nesse aspecto, houve também um fortalecimento das empresas nacionais na competição com as multinacionais que, com a LPC, cada vez mais se interessam pelo rentável mercado interno de sementes de forrageiras visando a liberação de suas próprias cultivares.


Não há nenhum produto dessa marca na loja

Cadastrar

Inscreva-se para receber novidades e ofertas exclusivas: