Milheto BRS 1501 como opção para cobertura de solo

15/02/2018 11:55

A cobertura do solo é um dos principais fatores para o sucesso do sistema de plantio direto. Ela é formada por resíduos vegetais após a colheita de uma determinada cultura ou mesmo de culturas que são plantadas com a finalidade de produção de palhada na área.

Para o sucesso do sistema de plantio direto, a cobertura deve se estender por pelo menos 80% da superfície do solo ou em torno de 6 t/ha de matéria seca. Isto é um fator chave, pois vai influenciar as características do sistema de plantio, como melhorar a infiltração de água no solo e diminuir as perdas por evaporação. Por isso, é fundamental escolher bem a cultura que será plantada com esta finalidade.

O milheto, de nome científico Pennisetum glaucum, é uma cultura tropical que se destaca pelo sua rusticidade e rápido crescimento. Ela tem apresentado um grande crescimento na sua utilização na região do cerrado brasileiro, para formação de palhada em sistema de plantio direto, ou mesmo para uso como forrageira para alimentação de bovinos de corte ou leite.

O milheto BRS 1501 é uma variedade que foi produzida pela Embrapa em Sete Lagoas, MG. Foi selecionada por apresentar alta produção de matéria seca em áreas de plantio direto na palha. É uma cultivar que apresenta boa adaptação à condição de estresse hídrico, com elevado potencial de produção de grãos.

Características do Milheto BRS 1501

O milheto tem boa adaptabilidade a vários tipos de solos, se desenvolvendo bem em áreas de baixa fertilidade e déficit hídrico. Seu cultivo ainda exige poucos insumos, sendo baixo o custo de produção.

O plantio do milheto ainda apresenta a vantagem de proporcionar a reciclagem de nutrientes, ou seja, suas raízes captam os nutrientes nas camadas mais profundas do solo, liberando-os durante a decomposição da palhada que se forma na superfície do solo.

Cultura do Milheto BRS 1501

A cultivar BRS 1501 apresenta um ciclo médio de produção, variando de 80 a 100 dias, o que é considerado rápido. Seu florescimento ocorre aos 50 dias após o plantio e a altura da planta pode chegar a 180 cm. A inflorescência do tipo panícula, apresenta de 30 a 50 cm de comprimento com grãos de coloração cinza e endosperma parcialmente duro.

Quantos kg de milheto por hectare?

A produção de massa verde pode chegar a 40 t/ha, o que é muito vantajoso em áreas de plantio direto, principalmente em regiões tropicais,onde é difícil de se obter uma boa palhada sobre o solo. Sua matéria seca varia de 15 a 20%.

A produtividade em grãos fica em torno de 2,5 toneladas/ha e o grande destaque é para o alto teor de proteína bruta que chega a 12%, sendo excelente para a alimentação animal.

O milheto BRS 1501 apresenta boa tolerância a seca, sendo recomendado o plantio nas regiões sudeste, Centro-Oeste e Sul do Brasil. Nessas regiões mencionadas, seu desempenho é ainda melhor em dias curtos, ou seja, nas condições de outono inverno, quando as horas de luz começam a diminuir.

A época de semeadura do milheto é ampla, devido a sua rusticidade, podendo se estender de agosto a maio. Porém, as sementes exigem boa condição de umidade e temperatura do solo variando entre 18 e 24 °C, para uma boa germinação.

Para cobertura do solo no sistema de plantio direto, pode-se optar pela semeadura no período da safrinha, após a colheita da cultura principal, safra verão, no período que vai da segunda quinzena de janeiro até o início do mês de abril.

Quanto mais cedo for realizado o plantio, maiores os resultados em termos de produção de massa verde e grãos.

Milheto BRS 1501

Ainda é possível plantar o milheto para a produção de massa seca no período compreendido entre agosto e setembro, antes da semeadura da cultura de safra, que geralmente ocorre em novembro, sendo feita a dessecação do milheto previamente ao plantio.

O milheto BRS 1501 pode ser semeado a lanço ou através do plantio em sulcos. O plantio a lanço pode ser feito em áreas recém preparadas ou em culturas em fase de colheita na forma de sobressemeadura. A densidade de semeadura vai variar em função da finalidade de produção, sendo que para formação de cobertura no solo, ela varia de 15 a 20 kg de sementes de milheto/ha com espaçamento de 15 a 20 cm entrelinhas.

Outra grande vantagem do plantio do milheto BRS 1501 na rotação de culturas, refere-se ao controle de nematóides da espécie Rotylenchulus reniformis. É considerada uma planta que apresenta baixo índice de reprodução deste tipo de praga. Assim, quando se planta o milheto BRS 1501 em áreas infestadas com este tipo de nematóide, os mesmos não tem do que se alimentar, resultando na diminuição significativa da população da praga na área.

Desta forma, o uso do Milheto BRS 1501 pode ainda ser considerado um método de controle biológico de baixo custo, viabilizando assim o plantio de culturas comerciais em áreas antes infestadas.